sábado, fevereiro 11, 2006

"Vive a Vida"




(excerto de um devaneio a 09-02-06 a respeito do post de 07-02-06)

J. - “vive a vida”

B.V. - a vida vive-se mesmo que não se queira viver

B.V. - até q termina

J. - “a vida vive-se um dia de cada vez, cada sensação que entra e as impressões que deixamos, no respirar lento no metro quando voltamos para casa, nos degraus que já subimos e descemos tantas vezes que tratamos todas as pedras que os compõem pelos seus nomes, na esquina que viramos quando perdemos o norte e desviamos tudo para um beco e mesmo assim, encontramos sempre uma saída”
______________________________________________________

E quando nos deparamos com uma porta entreaberta, e nos arrepiamos numa mistura de medo, ansiedade e esperança...


Nos questionamos sobre o que estará do lado de lá... se um paraíso...



Se um...




A vida parece mesmo ser feita de corredores sem fim, de becos aparentemente sem saída, de portas que guardam boas novas, ou surpresas menos boas... é como um livro... permanentemente inacabado que temos de continuar a ler, tentando manter sempre o mesmo entusiasmo que tínhamos quando o começámos...

A vida parece amaldiçoar alguns com inteligência e consciência em demasia... ao verem o mundo como poucos...

Como distinguir alguém assim?

Olhar-lhe nos olhos e reconhecer o seu tormento...

Sombra atormentada... não percas o teu sabor... tu és único... essencial e eterno no teu ser.

5 Comments:

Blogger Baronesa Vermelha said...

Parece que até a alma mais fatal, cruel e implacável, tem um lado profundo e sensível! ;)

11 fevereiro, 2006 01:43  
Anonymous Pipo said...

tão simples... mas tão excelente! como a vida... talvez sim, talvez não... prefiro o talvez sim! eheh :)

11 fevereiro, 2006 01:53  
Anonymous Pipo said...

pois é! :)

11 fevereiro, 2006 01:53  
Blogger Nekynho said...

E quando se fecha uma porta... abre-se uma janela :o)

11 fevereiro, 2006 08:10  
Anonymous Bite For Delight said...

E o melhor é mm acreditar no q pensamos já q temos essa oportunidade!! bjinhos

19 fevereiro, 2006 22:36  

Enviar um comentário

<< Home